The Road to Bresson é uma análise da obra do cineasta Robert Bresson, mas também as tribulações dos dois realizadores Holandeses para tentar falar com ele. A admiração que eles nutrem é notável, sendo um documentário interessante, em termos elogiosos, com excertos dos filmes de Robert Bresson. Ele via-se como o melhor relizador, uma atitude que se calhar lhe valia pelos fracassos financeiros que os filmes traziam e a perfeição estética, a pureza, contrasta com o facto de não usar actores profissionais, e é conhecida a monotomia dos seus filmes, bem como a insistência nas repetições. A entrevista que ele lhes concede é breve e ele controla tudo muito bem.
Entre outros, Louis Malle e Andrei Tarkovsky prestam a sua homenagem com palavras respeitosas.

Ser lúcido não é a mesma coisa que ser pessimista.

Comments (2)

On 23 de novembro de 2009 às 00:17 , Victor Afonso disse...

Tarkovsky e Bresson encontraram-se no festival de Cannes no ano em que o realizador francês apresentou o seu último filme, "O Dinheiro". Ambos cumprimentaram-se mas de forma muito fria. Constava-se que tinham inveja um do outro (porque se admiravam mutuamente).

 
On 23 de novembro de 2009 às 05:26 , Anagrama Orgânico disse...

Isso é bastante curioso, Victor!