Apesar de não ser um fenómeno com repercussões em Portugal (a menos que se excluam os clubes de rádio amadores), as pirate radios de Londres foram passos fundamentais para estabelecer géneros como o grime, drum n bass ou o garage. Hoje em dia não sigo nenhuma nem tão pouco sei se ainda existem as de qualidade, mas foram boas horas a descobrir musica que de outro modo não se podia ouvir em mais nenhum lado. Este é um documentário pequeno sobre os tempos iniciais e de como o governo luta contra esta forma de disseminação.

Comments (1)

On 12 de dezembro de 2009 às 20:22 , vanessa disse...

ahhhh muito obrigadaaa,ja sabes que gosto mesmo daquilo =)